O tempo x os caminhos

Ingrid Oliveira • 12 de janeiro de 2018

    Um ano tem, em média, 365 dias de 24 horas cada um. Isso significa um total de 8.670 horas vividas. Se hoje você fizer uma contagem de todos os seus dias, quantos você dedicou ao Senhor? De fato, desde que O recebeu, quais deles foram despendidos de acordo com o Seu plano?


    Todos os dias, precisamos tomar decisões, as quais, juntas, demarcam o trajeto sobre o qual conduzimos a nossa vida. Ocorre, no entanto, que durante esse processo, por vezes desconsideramos as consequências das nossas escolhas, e, com isso, gastamos um bem raro e valioso, o tempo, o qual jamais poderá ser resgatado.


    Por outro lado, nem sempre é fácil discernir qual a melhor escolha, afinal a vida não é uma receita de bolo; pelo contrário, é inesperada, surpreendente e cheia de oportunidades, de maneira que cada passo que damos nela podem ser acertados ou não. O que vai definir o sucesso ou o fracasso das nossas decisões é a base, o princípio sobre o qual elas foram tomadas. Se elas, pois, determinam o trajeto o qual a nossa vida deve tomar, que então a direcionemos para O caminho, e este é o caminho: Jesus, o filho de Deus (João 14:6).


    Todas as vezes que as nossas decisões não são fundamentadas na pessoa de Jesus, gastando o nosso tempo em algo fora do plano de Deus, certamente estaremos fadados ao fracasso. Você já parou para pensar quantos momentos retrocedeu ao invés de avançar porque se desconectou Daquele que tanto o ama?


    Fato é que muitas vezes, de forma sutil, acabamos por nos desviar do Caminho. Enredados pelas vãs filosofias, conceitos e tradições, tomamos um outro trajeto, com neblina, e cheio de buracos como o pecado, a culpa, o remorso, a tristeza e o descontentamento. Por fim, acabamos perdidos, desamparados e aflitos...


    Se essa é a sua condição, eis aqui uma notícia maravilhosa: existe a possibilidade de retornar! O Senhor sabia que, em algum momento, poderíamos nos perder e nos distanciar Dele, mas com o Seu infinito amor e misericórdia, através da Sua Palavra, nos encoraja:


“Esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão” (Filipenses 3:13).


    Sim, esse amor é incondicional, e mesmo que muitas vezes entristeçamos o Senhor, Ele ainda insiste em mim e em você; não importa quanto tempo tenhamos gasto inutilmente com outros caminhos, Ele está disposto a nos receber de volta (Isaías 59:1). Quanto ao ontem, nada podemos fazer; o hoje, porém, podemos optar por viver no Caminho, livre de ansiedade ou preocupação, afinal “qual de vós, por ansioso que seja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida?” (Mateus 6:27).


    Certa vez, ouvi uma frase que dizia: “Para quem não sabe aonde vai, qualquer caminho serve”. Deus, no entanto, nos revela em Sua Palavra o nosso alvo, aquilo que primeiro devemos buscar, a saber, o Seu Reino e a Sua justiça (Mateus 6:33). Que a cada dia, nosso coração esteja Nele, seguindo-O sem olhar para trás, sem amar o mundo ou as coisas que nele há (1 João 2:15), mas tão somente Àquele que primeiro nos amou (1 João 4:19).


    O Senhor Jesus, em breve, vem buscar a Sua noiva e ela precisa estar preparada para isso; de fato, não pode estar perdida ou confusa, mas plenamente certa acerca de quem é o Seu Amado, e que Ele está prestes a encontra-la (Apocalipse 18:7).


Eu amo você, Jesus!.

Últimas fotos