Igreja em Campina Grande
O Testemunho da Unidade do Corpo de Cristo nesta Cidade.
Horário das Reuniões: Terça-Feira - Reunião de Oração - 20:00Hs.  -  Quarta-Feira - Reunião de Grupo Familiar - 19:30Hs.  -  Sexta-Feira - Reunião dos Irmãos de Seviço - 19:30Hs.  -  Sábado - Reunião Ministérial da Palavra - 19:30Hs.  -  Domingo - Reunião do Partir do Pão - 17:00Hs.
| Inicio | O Que Cremos... | Perguntas e Respostas | Mensagens | Alimento Diário On-line |
| Expansão | Reuniões | Mensagens em Áudio | Programas de Rádio |
| Links | Fotos | Contate-nos | Literatura |
 
Menu
  Início
O Que Cremos
Perguntas
Mensagens
Expansão
Reuniões
Link
Áudio
Encargos
Programas Rádio
Alimento Diário
Contate-nos
Fotos e Vídeos
Radio Web
Downloads
Compartilhar
Literaturas
Palestras
Informativo
Agenda
Novidade
 
 

Mensagem - Quem Somos Nós - 2º. Parte

QUE SOMOS NÓS? - Continuação

(O texto a seguir é uma mensagem liberada pelo irmão Watchman Nee, em Xangai, em janeiro de 1934, durante a terceira Conferência da Vitória)

 

A DESCOBERTA DA VERDADE DE DEUS NO SÉCULO DEZENOVE

 

                          Consideremos agora o século dezenove. Esse século foi cheio de reavivamento. Primeiramente consideremos John Nelson Darby e o reavivamento que ele representou. Em 1827, um grupo de pessoas foi levantado em Dublin, Irlanda. Entre eles havia homens como Edward Cronin e Anthony Norris Groves. Eles viram que muitas coisas na igreja eram mortas, sem vida e formais. Passaram, então, a pedir ao Senhor que lhes mostrasse a igreja de acordo com a revelação bíblica. Através de oração e comunhão, sentiram que deveriam levantar-se e reunir-se de acordo com o princípio de 1 Coríntios 14. Assim, eles começaram a partir o pão na casa de um irmão. Pouco mais tarde, um ex-ministro anglicano, John Nelson Darby, passou a tomar parte na reunião deles e a expor a Bíblia entre eles.

Gradualmente, mais expositores foram levantados entre eles, tais como William Kelly, C. H. Mackintosh, B.W Newton e J.G Bellet. Lendo seus livros, recebi luz para ver o erro das organizações denominacionais e para perceber que há um único Corpo de Cristo. A igreja não deve ser formada por opiniões humanas, mas deve estar sob o guiar do Espírito Santo. Quando consideramos as organizações religiosas "igrejas" de hoje, vemos muitas tradições e opiniões humanas e muito pouco guiar direto do Espírito Santo. Isso não é de acordo com o desejo de Deus. Na vontade de Deus, a igreja não deveria estar sob o controle do homem; ela deveria ser dirigida apenas pelo Espírito Santo.

Todos que pertencem ao Senhor deveriam aprender a ser guiados pelo Espírito Santo e não seguir a orientação do homem. Todas essas são verdades descobertas pelos Irmãos Unidos. Além disso, os Irmãos Unidos fizeram muitas descobertas a respeito do milênio, da questão do arrebatamento, e das profecias em Daniel e Apocalipse. Eles foram os mais proeminentes expositores dos diversos tipos no Velho Testamento. O comentário do Pentateuco, de autoria de C. H. Mackintosh é autoridade em sua categoria. O evangelista D. L. Moody o recomendou muito.

Os irmãos Unidos também fizeram uma separação clara entre as profecias sobre os judeus e as sobre a igreja. Cem anos atrás, muitas pessoas confundiam as profecias sobre os judeus com as sobre a igreja. Elas consideravam que as profecias sobre os judeus já tinham sido cumpridas na igreja. Além dessas questões, os Irmãos Unidos também produziram muitos outros escritos. Durante esse período, muitos irmãos espirituais estavam sendo levantados na Inglaterra. Além daqueles acima mencionados, houve irmãos como: Charles Stanley, e George Cutting. Este último escreveu um pequeno livro chamado Segurança, Certeza e Desfrute. Ele mostra às pessoas que a salvação é algo de que se pode ter certeza. Esse livro já foi traduzido para a língua chinesa. A verdade sobre o evangelho foi totalmente restaurada por esses irmãos. Ao lado desses irmãos houve Robert Govett que viu a questão do galardão cristão. Ele descobriu que enquanto é verdade que o homem é salvo pela fé, ele é recompensado segundo a sua obra diante de Deus.

Salvação é uma questão de vida, enquanto o galardão é uma questão do viver. C.H. Spurgeon disse uma vez que Govett estava cem anos avançado no seu tempo porque seus ensinamentos eram muitos profundos. Govett disse às pessoas que há a possibilidade de cristãos serem excluídos do milênio. Portanto, um crente deve ser fiel e diligente. Segundo, ele ensinou que nem todos os crentes serão arrebatados antes da grande tribulação. Apenas os que forem vencedores e fiéis participarão de tal arrebatamento. Expositores foram levantados um após o outro, durante este período. Outro irmão muito espiritual de grande renome foi G.H. Pember. Ele escreveu muitos comentários. Também houve outros como D.M. Panton e Hudson Taylor. Este último escreveu o livro União e comunhão, que fala de experiências profundas com Cristo. Todas as verdades acima mencionadas foram grandes descobertas. Embora essas diversas verdades de Deus tenham sido restauradas, elas não podem ser consideradas como a verdade mais central de Deus. Depois disso Deus levantou George Muller na Inglaterra. Ele aprendeu muitas lições excelentes sobre oração e fé na Palavra de Deus. Ele ensinou que o homem deve reivindicar as promessas de Deus por meio da oração, e testificou de sua maneira de viver pela fé no que se refere às necessidades financeiras.

Nos Estados Unidos havia a Aliança Cristã e Missionária (A.C.M.). Os notáveis entre eles foram A.B. Simpson, A. J. Gordon, etc. Eles foram muito influentes. Até mesmo Hudson Taylor, na Inglaterra, foi influenciado por eles. Eles viram que os crentes deveriam voltar à experiência da era apostólica quando os homens viviam pela fé. Esse assunto foi uma tremenda revelação naquela época. Sem dúvida, essa verdade tornou-se amplamente conhecida entre nós hoje. Gordon e Simpson também descobriram a verdade sobre a cura divina e passaram a experimentá-la. Esse assunto espalhou-se rapidamente, foi muito divulgado e muitos foram atraídos. Entretanto, o que Simpson enfatizou não foi a cura, mas a vida de ressurreição vencendo a fraqueza da carne. Ele ensinou que se pode triunfar sobre a doença por conhecer Cristo como o poder e o libertador. Ao mesmo tempo, foi levantado outro grupo de pessoas que atentava à vida interior. Há aproximadamente sessenta anos Deus ganhou um comerciante de porcelanas chamado Robert Pearsall Smith. Ele viu que a santificação é bem diferente da santificação de Smith veio pela consagração e fé. A santificação que Wesley pregava era uma vida que a pessoa alcançava gradualmente após a consagração. De fato ambos os ensinamentos são verdade. Seguindo a linha de Smith estava a senhora Hannah Whitall Smith que escreveu o livro o Segredo de uma Vida Feliz do Cristão. Havia outros também como Stocknell (?), Evan Hopkins e Andrew Murray. eles deram continuidade à linha da verdade sobre a autonegação pregada por pessoas como Madame Guyon, duzentos anos antes na Igreja Católica.

Esses crentes começaram a dar conferências na Alemanha, Inglaterra e outros lugares. Tais conferências foram o início do que conhecemos hoje como a Convenção de Keswick. O principal orador nessas convenções era Evan Hopkins. Ele ganhou ajuda de Smith e de outros como Madame e exerceu uma influência espiritual sobre muitas pessoas. Até mesmo Wesley recebeu ajuda dela. John Wesley disse certa vez que ele desejava que todos os crentes pudessem ler as mensagens de Madame Guyon por meio das quais ele recebera muita graça. Deus ganhou tal mulher no século dezessete e, por meio dela, introduziu a principal corrente do século dezenove. Além de Hopkins, havia H:C Trumbull que libertou a verdade sobre a vida vitoriosa, na Convenção de Keswick. Essas mensagens introduziram uma grande restauração sobre o conhecimento da vida vitoriosa e a maneira de os crentes experimentarem essa vida vitoriosa em seu viver. Depois de Hopkins, Deus ganhou outra irmã: Sra. Jessie Penn-Lewis.

Essa irmã era muito fraca fisicamente durante os primeiros períodos de sua vida. Ela estava sempre acamada. Enquanto enferma, na cama. ela leu os escritos de Madame Guyon e adotou-os como seus livros de cabeceira. Ela, entretanto, não podia crer que tal tipo de total amor, fé e autonegação descrito nesses livros pudesse ser praticado. Um dia, enquanto discutia e argumentava com Deus, ela buscou desesperadamente ao Senhor para que a introduzisse nessas verdades. O Senhor ouviu sua oração. A partir de então, ela foi levantada pelo Senhor para pregar a verdade da cruz. O irmão Holden, um ex-missionário da Missão para o Interior da China , veio a conhecer o significado da cruz lendo os livros da Sra. Penn-Lewis. A Sra. Penn-Lewis foi alguém que verdadeiramente tomou a cruz. Por meio das suas experiências, muitos crentes foram atraídos a buscar a verdade a respeito da cruz. Por meio desses homens e mulheres, Deus levou muitos a perceberem que a centralidade da obra de Deus é a cruz. A cruz é o fundamento para todos os assuntos espirituais. Sem a obra da cruz, uma pessoa não saberá o que é morte e o que é pecado.

Muitas pessoas espirituais receberam grande ajuda por intermédio dela. Pelas mensagens que ela pregou, Deus concedeu libertação a muitos. Podemos ver que a descoberta da verdade de Deus é progressiva; quanto mais ela avança mais completa se torna. Ao final do século dezenove, quase todas as verdades tinham sido restauradas.

O AVANÇO DA VERDADE DO SÉCULO VINTE

Agora chegamos ao século vinte. dois grandes eventos ocorreram no século vinte. O primeiro foi a Rebelião Chinesa dos Boxers em 1900. Durante esta rebelião muitos cristãos foram martirizados. O segundo acontecimento foi o grande reavivamento de Gales, em 1904. Durante este reavivamento muitas cidades viram toda sua população ser salva, a tal ponto que não restaram mais almas para ser salvas. Muitos fenômenos do Pentecostes foram manifestados entre eles. O líder desse reavivamento foi Evan Roverts, um trabalhador de mina de carvão, de vinte e dois anos. Ele não recebera muita educação. Deus chamou tal pessoa dentre os humildes e deu-lhe um parceiro: Hastwell. Depois que foi salvo, Roberts orava frequentemente e fervorosamente nas minas de carvão. Sua única oração era: "Senhor, subjuga a Igreja para salvar o mundo". Os que estavam ao seu redor ficaram espantados e impressionados. Gradualmente, mais pessoas uniram-se a ele em oração e logo toda a mina foi contagiada. Muitos mineiros levantaram-se para orar. O reavivamento começou a expandir-se por toda a região sul da Inglaterra. Dessas pessoas aprendemos duas verdades: primeiro, a obra de reavivamento do Espírito Santo é introduzida por intermédio de um grupo de pessoas curvadas e subjugadas.

Não precisamos pedir a Deus que nos envie um reavivamento exterior. Precisamos apenas pedir-Lhe que nos subjugue de maneira mais nova e profunda. Então a vida fluirá espontaneamente de nós. Segundo, a partir de então, muitos começaram a entender a obra dos espíritos malignos. antes desse tempo, embora os homens falassem sobre esse assunto, o seu conhecimento a esse respeito não era completo. O irmão Roberts entendeu o que significava a luta espiritual. A experiência de Efésios 6 não fora totalmente compreendida até esse tempo. Em 1908, enquanto estava doente, acamado, ele relatou verbalmente sua experiência de luta com os espíritos malignos para ao Sr. e Sra. Penn-Lewis. Baseada nesse entendimento e sua experiência pessoal, a Sra. Penn-Lewis escreveu o livro A Guerra Contra os Santos que ajudou muitos crentes enganados a tornarem-se livres. Durante os últimos anos, quase todas as mensagens comentadas entre os crentes espirituais têm sido os ensinamentos da Sra. Penn-Lewis. Elas são verdades concernentes à luta espiritual e à cruz. Ao mesmo tempo em que este reavivamento continuava, outra nova obra surgia em Los Angeles, nos Estados Unidos. De 1908 a 1908, um grupo de crentes negros na rua Azusa experimentou o batismo do Espírito Santo e passaram a falar em línguas. Quanto ao falar em línguas, é verdade que a prática entre muitos é exagerada e inadequada. Sem dúvida, não invalidamos absolutamente a posição das línguas. Deveríamos ajudar os outros a terem a experiência pentecostal. O ensinamento de Paulo era que, por um lado, nem todos falam em línguas (1 Co 12:30). Por outro lado, ele nos disse: "Não proibais o falar em outras línguas" (14:39). O primeiro versículo é para aqueles que enfatizam exageradamente essa questão. O segundo versículo é para aqueles que a negligenciam. Devemos atentar para os dois aspectos. Essas pessoas viram que a profecia de Joel 2 fora cumprida apenas parcialmente na época dos apóstolo, e que o dia da chuva serôdia deve chegar antes que o cumprimento total aconteça. Espiritualmente falando, "o dia da chuva serôdia" refere-se a hoje.

 

Versículo Para Ler e Orar

   
Copyright 2008 Igreja em Campina Grande. Todos os Direito Reservados
Ultima Atualização: sexta-feira, 07 de agosto de 2015 17:08:20